Brasil

5/cate1/Brasil

Política

5/cate1/Política

Esportes

5/cate4/Esportes

Internacional

5/cate5/Mundo

Economia

4/cate2/Economia

Podcast

Últimas Notícias

Operação Off-label: PF faz busca e apreensão de documentos na Prefeitura de Tarauacá


Operação investiga desvios do SUS em mais cinco prefeituras acreanas


Dando continuidade à Operação Off-label, os agentes da Polícia Federal desenvolvem desde cedo da manhã desta sexta feira 5, um trabalho de busca e apreensão de documentos na Prefeitura de Tarauacá, no interior do Acre.

A investigação tem por objetivo de apurar indícios de superfaturamentos e entrega de nota fiscal fria no fornecimento de medicamentos e insumos a entidades públicas do Estado do Acre.

Eles cumprem mandados no âmbito da Operação Dose de Valores com o propósito de combater associação criminosa mantida para a prática de atos de corrupção de agentes públicos, peculato-desvio de verbas públicas do Sistema Único de Saúde (SUS) e lavagem de capitais, decorrentes de contratos de fornecimentos de medicamentos e insumos hospitalares.

Além de Tarauacá, a operação acontece simultaneamente nas cidades acreanas de Feijó, Senador Guiomard, Rio Branco, Porto Acre e Sena Madureira, A ação mobiliza 150 policiais federais. Fonte:site Notícias da Hora.

 


Partidos de esquerda ficam de fora de manifestações contra Bolsonaro


As siglas da oposição ao governo não convocaram a militância ou até mesmo desestimularam a presença de filiados nos atos contra o governo Jair Bolsonaro. Os protestos estão marcados para ocorrer no domingo (7.jun.2020). Os partidos políticos foram questionados pelo  Poder360 sobre as ausências:
O argumento oficial para não participar dos protestos é o isolamento social para frear a transmissão da covid-19. Há o receio, também, de que militantes partidários sejam hostilizados.
Na prática, de acorddo com o Poder 360, os partidos não sabem como agir diante das manifestações contra Bolsonaro. O espectro dos protestos de 2013 ainda assusta os caciques das legendas, que neste momento têm ao menos dois motivos para aguardar o desenrolar dos atos: o receio de serem hostilizados por grupos apartidários e a chance de observar o tamanho e os reflexos políticos.
O principal líder petista, o ex-presidente Lula, criticou em reunião interna os movimentos suprapartidários contra Bolsonaro ao dizer “não ter idade para ser maria vai com as outras“. Em nota, o PT disse apoiar os atos legítimos e pacíficos. Mas não chamou nem incentivou a militância a participar.


Caixa libera 2ª parcela para 2,6 milhões de beneficiários de auxílio


Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

A Caixa Econômica Federal libera hoje (5) as transferências e os saques da segunda parcela do auxílio emergencial para 2,6 milhões de beneficiários nascidos em junho. O valor é de R$ 600 (R$ 1,2 mil para mães solteiras).O dinheiro é para fazer frente às dificuldades decorrentes do surto do novo coronavírus.
A liberação do saque e a transferência da poupança social da Caixa para outros bancos estão sendo feitas de acordo com o mês de nascimento dos beneficiários. Os recursos são transferidos automaticamente para as contas indicadas.
No último sábado (30), foram liberados o saque e a transferência para os nascidos em janeiro. Hoje, é a vez dos nascidos em junho. Amanhã (6), a liberação será para os nascidos em julho, e assim por diante até o sábado, 13 de junho, para quem nasceu em dezembro, com exceção de domingo (7) e do feriado de Corpus Christi (11). Por Agência Brasil

Bolívia estuda volta do futebol e jogo contra a Seleção Brasileira



Os primeiros jogos das Eliminatórias Sul-Americanas para a Copa do Mundo do Catar, em 2022, estavam marcados para março, mas tiveram de ser adiados devido à pandemia do novo coronavírus (covid-19). A Conmebol ainda não definiu uma data, mas há a previsão de as eliminatórias começarem em setembro. A Seleção Brasileira vai estrear contra a Bolívia, em casa, e, se não houver mudança, o jogo será na Arena Pernambuco.
A Agência Brasil conversou com José María Carrasco, zagueiro do Blooming e da Seleção Boliviana. O jogador de 22 anos, que disputou a Copa América no Brasil no ano passado, disse que, apesar da preocupação com a saúde, está ansioso para o recomeço do futebol. Além disso, garantiu que acredita em uma nova classificação da Bolívia para o Mundial – a última participação da “La Verde” foi em 1994. Por Agência Brasil.

Estado disponibiliza planilhas on-line detalhando emendas da bancada federal do Acre


Material abrange o Orçamento de 2020, foi elaborado junto com os gabinetes parlamentares e visa dar transparência às informações e reconhecer a ação dos senadores e deputados

Foto: Júnior Aguiar/Secom
Por Dilma Tavares

Brasília – A Representação do Governo do Acre em Brasília (Repac) disponibiliza, a partir de agora, planilhas com informações detalhadas sobre as emendas da bancada federal do Acre feitas em 2019 destinando recursos para o Estado no Orçamento da União de 2020, incluindo os remanejamentos para ações de combate ao novo coronavírus (Covid-19). O levantamento foi realizado com o apoio dos senadores e deputados e em conjunto com seus assessores que atuam na área.

As planilhas detalham as iniciativas dos parlamentares federais do Acre abrangendo desde os tipos de emendas, os valores de cada uma delas, os órgãos nos quais os recursos estão alocados aos valores empenhados e efetivamente pagos. Para conferir os documentos, basta acessar o link https://sites.google.com/view/repac-emendas/parlamentares, onde está a relação de emendas por parlamentar, clicar no nome do senador e deputado de interesse.
“Nosso objetivo é a transparência dessas informações, desde a concretização das emendas à efetiva liberação dos recursos e execução das ações no Estado, bem como reconhecer o trabalho de cada senador e deputado no processo. Essa medidas são determinações do governador Gladson Cameli que estão sendo reforçadas pela Repac, pois reconhecer a ação dos parlamentares é fazer justiça ao empenho de cada um deles, além da compreensão de que todos trabalhamos com o mesmo objetivo, que é beneficiar a população do nosso estado”, explica Ricardo França, chefe da Repac – órgão responsável pelo acompanhamento e articulação de iniciativas do governo relacionadas à Brasília.

O trabalho envolveu a troca de informações entre as equipes da Repac e das assessorias parlamentares até por meio de videoconferência, realizada dia 22 de maio passado, para garantir a continuidade das ações mesmo durante o período de isolamento social em virtude do novo coronavírus. “São equipes técnicas empenhadas em contribuir com o Estado e às quais agradeço a importante parceria”, destacou o chefe da Repac.
Resultados
Para o Orçamento de 2020, cada parlamentar dispunha de R$ 15.940.454,00 para emendas individuais, sendo que 50% teve destinação obrigatória para a área de saúde, ficando a aplicação dos 50% restantes a critério de cada um deles.
Conforme as planilhas, as emendas de bancada apresentadas pelos deputados e senadores do Acre somam R$ 230.887.823,00. Desse valor, R$ 73.540.872,00 foram remanejados para a área de saúde e destinados a reforçar o combate ao novo coronavírus como aquisição de equipamentos, custeio e investimentos.
Bancada
A bancada de parlamentares federais do Acre é composta pela senadora Mailza Gomes (PP) e os senadores Márcio Bittar (MDB) e Sérgio Petecão (PSD); pelas deputadas Jéssica Sales (MDB), Mara Rocha (PSDB), Perpétua Almeida (PCdoB) e Vanda Milani (Solidariedade); e pelos deputados Alan Rick (DEM), Flaviano Melo (MDB), Jesus Sérgio (PDT) e Manuel Marcos (Republicanos).

 


Anvisa autoriza testes clínicos com vacina para covid-19 no Brasil


Foto: Dado Ruvic/Reuters 
A vacina contra a covid-19 em desenvolvimento na Universidade de Oxford, no Reino Unido, será testada em pacientes no Brasil. O procedimento foi aprovado pela Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária), na terça-feira (2), em edição extra do Diário Oficial da União.
De acordo com órgão, para a realização de qualquer pesquisa clínica envolvendo seres humanos, os laboratórios precisam, necessariamente, de autorização dos CEPs (Comitês de Ética em Pesquisa) ou da Conep (Comissão Nacional de Ética em Pesquisa).
A vacina, que nesta semana entrou na terceira fase de testes clínicos, será aplicada em pelo menos 10 mil pessoas em todo o mundo. No Brasil, segundo o Ministério da Saúde, os testes serão iniciados ainda neste mês e as doses administradas em 2 mil voluntários que não tiveram contato com o novo coronavírus, em São Paulo e no Rio de Janeiro —os dois estados que concentram o maior número de infectados. Fonte R7

1,5 mil fichas sujas devem voltar nas eleições de 2020


Por Taís Seibt
As eleições de 2020 podem marcar o retorno de 1,5 mil políticos condenados por ficha suja à vida pública, aponta levantamento inédito da agência Resultado de uma mobilização popular que contou com assinatura de mais de 1 milhão de cidadãos para obter aprovação no Congresso Nacional, a Lei da Ficha Limpa completa 10 anos neste dia 4 de junho. 
Pela norma, que foi sancionada pelo então presidente Luiz Inácio Lula da Silva em 2010, tornam-se inelegíveis por oito anos os políticos condenados em processos com trânsito em julgado ou decisão por órgão colegiado. Como a Lei da Ficha Limpa foi aplicada pela primeira vez em 2012, muitos dos que tiveram inelegibilidade determinada à época deixam de ser enquadrados como ficha suja para fins de registro de candidatura em 2020 e podem estar aptos a concorrer no próximo pleito outra vez.
O Tribunal de Contas da União (TCU) deve oferecer uma lista atualizada de pessoas com contas julgadas irregulares para fins eleitorais  ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) até o dia 5 de julho do ano da eleição, mas o site do TCU mantém uma lista de contas irregulares atualizada para consulta. A partir dessa lista, é possível ter uma ideia de políticos cuja condenação terá expirado até a data de registro de candidaturas, prevista para 15 de agosto. Veja quem são os fichas sujas liberados para se candidatar em 2020 na sua cidade.