Câmara aprova mudança em ICMS sobre combustíveis que pode reduzir o valor em 2022

 


A Câmara dos Deputados aprovou nesta quarta-feira (13), por 392 a favor 71 contrários e 2 abstenções, o projeto de lei do governo para mudar a cobrança de ICMS sobre os combustíveis.

Entre os parlamentares da bancada acreana, apenas o deputado Flaviano Melo (MDB) votou contra o projeto de lei.

 O texto diminuirá a volatilidade dos preços e deve reduzir o custo da gasolina, do etanol e do diesel em 2022, ano em que o presidente Jair Bolsonaro buscará a reeleição, mas também pode causar efeito inverso para o próximo governo, com a manutenção artificial de um preço mais alto.

 

 

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem