PL aciona TSE para proibir manifestações políticas em shows


filiado, acionou o Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ontem após manifestação política da cantora Pablo Vittar a favor de Lula, no Festival Lollapalooza.  A ação foi protocolada neste sábado (26/3), com a justificativa de que a atitude configura realização de propaganda eleitoral irregular.

"Nossa intenção principal com a ação é que o TSE instrua os organizadores do evento para que eles também instruam os artistas a não se anteciparem nem positivamente nem negativamente antes do período oportuno", disse a advogada da campanha do presidente, Caroline Lacerda, ao Globo.

No show, Pablo levantou uma bandeira com o rosto do ex-presidente Lula estampado, quando andava na passarela do palco. Além disso, entoou um coro de "Fora Bolsonaro". A defesa jurídica do partido alegou que isso seria propaganda antecipada em favor do oponente de Bolsonaro e, portanto, "fere inúmeros dispositivos legais".

 

 


Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem