Lula move processos contra seus acusadores


 

Livre dos 25 processos derivados da Lava Jato, o ex-presidente Lula (PT) deve voltar à Justiça nas próximas semanas como acusador. O petista move atualmente quatro processos derivados das acusações de corrupção que sofreu nos últimos anos.

O primeiro processo será contra Deltan Dallagnol pelo Superior Tribunal de Justiça (STJ). Com pedido de indenização de R$ 1 milhão por danos morais por causa de entrevista coletiva concedida por Dallagnol em 2016.  A informação é da colunista Mônica Bergamo, da Folha de São Paulo.

O ex- presidente move processo também contra o ex-senador Delcídio do Amaral por conta da delação em que o ex-parlamentar afirmou que Lula participou de um esquema para silenciar um diretor da Petrobras acusado de corrupção. A ação afirma que Delcídio mentiu e pede indenização de R$ 1,5 milhão.

Lula move ainda processos contra o delegado da Polícia Federal Filipe Pace, por ter dito em uma investigação que a palavra “amigo” em uma planilha se referia ao ex-presidente, e contra deputado Eduardo Bolsonaro, por espalhar notícia falsa que a ex-primeira dama Marisa Letícia tinha R$ 256 milhões em investimentos. Na última, o petista perdeu em primeira instância, mas recorreu e pede agora R$ 131 mil de indenização.


Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem