“É mais do que necessário valorizar a enfermagem”, diz Perpétua durante audiência pública em defesa do piso salarial da Enfermagem

 


A deputada Perpétua Almeida (PCdoB-AC) participou nesta terça-feira, 8, de uma audiência pública para discutir o PL 2564/2020, que institui piso salarial para enfermeiros, técnicos e auxiliares de enfermagem e parteiras. O projeto foi aprovado por unanimidade no Senado e agora tramita na Câmara dos Deputados.

O projeto de lei propõe valor mínimo inicial para os enfermeiros de R$ 4.750, a ser pago nacionalmente pelos serviços de saúde públicos e privados. Nos demais casos, haverá proporcionalidade: 70% do piso dos enfermeiros para os técnicos de enfermagem; e 50% para os auxiliares de enfermagem e as parteiras.

“É mais do que necessário que a gente consiga, de fato, apoiar e reconhecer a importância da enfermagem no Brasil. Precisamos valorizar e dar melhores condições de trabalhos aos nossos enfermeiros, técnicos, auxiliares e parteiras. Seguirei nessa luta em apoio a Saúde”, disse a parlamentar.

Conforme dados do Conselho Federal de Enfermagem (Confen), são mais de 2,6 milhões de trabalhadores ativos no Brasil nos quatro segmentos da enfermagem, sendo 642 mil enfermeiros, 1,5 milhão de técnicos, 440 mil auxiliares e 440 parteiras.

Assessoria


Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem