Direto do Planalto

Lewandowski nega pedido de governador do Amazonas para anular indiciamento na CPI da Covid

 


O ministro Ricardo Lewandowski, do Supremo Tribunal Federal (STF), negou um pedido feito pelo governador do Amazonas, Wilson Lima, para anular o seu indiciamento pela CPI da Covid, instalada no Senado. Manaus, capital do estado, foi a primeira grande cidade atingida pela segunda onda da pandemia, no começo do ano passado. A situação foi agravada pela falta de oxigênio.

A defesa de Wilson Lima citou uma decisão anterior do STF segundo a qual uma CPI no Congresso Nacional não pode convocar governadores para depor. Lewandowski ponderou, no entanto, que a medida determinada pelo STF não é exatamente igual ao que foi deliberado pela CPI.

Em outubro deste ano, a CPI aprovou o indiciamento por epidemia com resultado morte, prevaricação e crimes de responsabilidade. E determinou que os dados levantados seriam encaminhados ao Superior Tribunal de Justiça (STJ), à Procuradoria-Geral da República (PGR) e à Polícia Federal (PF).

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem