Novo suspeito do desaparecimento de jornalista e indigenista é ouvido pela PM

 


Foto: Divulgação/Funai

A Polícia Militar do Amazonas ouviu nesta terça-feira (7), um novo suspeito de envolvimento no desaparecimento de Bruno  Araújo, indigenista, da Fundação Nacional do Ìndio (Funai) e do jornalista Dom Phillips, colaborador do jornal The Guardian. Conhecido como “Pelado”, o homem foi levado para interrogatório na delegacia de Atalaia do Norte, AM.

Além do novo suspeito, já foram ouvidas até a noite desta terça pela Polícia Civil do Amazonas (PCAM) outras quatro pessoas, como testemunhas sobre o sumiço do indigenista e do jornalista desde o último domingo (5), na Terra Indígena Vale do Javari, no Amazonas.

De acordo com relatos, duas pessoas ouvidas, provavelmente tiveram contato com os dois antes do desaparecimento. Elas foram encontradas e levadas à delegacia, ainda na tarde de segunda-feira (6), por equipes de busca da Delegacia Interativa de Polícia (DIP) de Atalaia do Norte.

A Secretaria de Segurança Pública do Amazonas (SSP-AM), informou em nota que foi instaurado um inquérito policial e, de acordo com o delegado da 50ª DIP, Alex Perez, cinco pessoas foram ouvidas: quatro na condição de testemunhas e “Pelado” como suspeito.

 


Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem