Jéssica Sales alcança meta de R$ 62 milhões em investimentos na agricultura do Acre

 


A deputada federal Jéssica Sales (MDB) tem motivos de sobra para comemorar. O total de recursos indicados pela parlamentar durante o mandato, para investimentos na agricultura acreana chega a R$ 62.474.000,00, e foi o segundo setor que mais recebeu recursos por meio de emendas e extraemendas  no orçamento da União.

Essa marca foi comemorada por Jéssica Sales pelo que a agricultura representa na economia dos municípios e do Estado. “A agricultura familiar é muito forte na nossa região e é  fonte de sustento e renda de milhares de famílias” - afirmou.

Esses investimentos foram feitos para todas as etapas da produção, desde o preparo do solo, plantio,  colheita  e conservação à comercialização dos produtos, contemplando a maioria dos municípios acreanos. 

Para isso, foram adquiridos insumos e equipamentos variados tais como, microtratores, tratores de esteiras, colheitadeiras, kits de farinha, pás carregadeiras, escavadeiras hidráulicas, geradores de energia, fabricas de gelo, destilaria, placas solares; e também barcos, caminhonetes e caminhões para o transporte dos produtos.

Parte do montante de recurso adquirido do Governo Feral  foi investida na  recuperação e construção de mercados municipais, propiciando aos produtores um espaço  adequado e modernizado para comercialização dos produtos.

O escoamento da produção sempre foi um entrave para os agricultores, para amenizar as precárias condições de trafegabilidade, Jéssica Sales assegurou recursos para pavimentação de alguns ramais considerados estratégicos e também equipamentos para recuperação e conservação de outros considerados fundamentais para garantir a acessibilidade.

A deputada Jéssica Sales conhece muito bem os desafios da economia acreana e para ela, fortalecer a agricultura é um importante passo para tornar o estado independente. “Sou fiel apoiadora da agricultura, porque acredito que os pequenos produtores podem se tornar grandes e contribuir para o fortalecimento da economia do nosso Estado” –  afirma.


Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem