Sob forte esquema de segurança, centrais sindicais e bolsonaristas farão manifestações neste 1º de maio em SP

 

Foto: Arquivo

Sete centrais sindicais organizam o Dia Internacional do Trabalhador e da Trabalhadora. O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) confirmou presença no evento que ocorrerá no Pacaembú, a partir das 10h da manhã.

 De outro, às 14h, na Avenida Paulista, acontece o ato em defesa da liberdade e da Constituição, com a presença de deputados bolsonaristas, como Daniel Silveira (PTB-RJ), condenado pelo Supremo Tribunal Federal e indultado pelo presidente Jair Bolsonaro.  Bolsonaro está sendo aconselhado por apoiadores para não comparecer ao ato.

Em razão da proximidade física das manifestações em São Paulo, as forças de segurança do estado montaram um esquema especial. Serão 840 policiais militares destinados para atuar nos dois pontos.

Além da capital paulista, outras cidades serão palco de manifestações polarizadas.

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem