Iklan

iklan

PSL perde 88,85% dos filiados no ABC paulista em 11 meses

13 de outubro de 2021 | 13.10.21 WIB Last Updated 2021-10-13T12:25:05Z

 

(Foto: Reprodução)


Levantamento feito pelo RD no site do TSE (Tribunal Superior Eleitoral) aponta que entre outubro do ano passado, mês anterior as eleições municipais, e setembro deste ano o PSL foi o partido que mais perdeu filiados na região. No total são 88,85% a menos de militantes na legenda que está em processo de unificação com o DEM. No mesmo período o PSOL teve o maior crescimento percentual no ABC.


O PSL perdeu 4.801 filiados no ABC nos últimos 11 meses, caindo de 5.403 para 602. As maiores perdas percentuais ocorreram em São Caetano (-94,77%), São Bernardo (-91,31%) e Ribeirão Pires (-91,14%). A menor queda foi em Rio Grande da Serra (-78,44%).

Somando com os números do DEM no mesmo período, o futuro União Brasil teria 4.877 pessoas a menos, saindo de 10.360 para 5.483. A titulo de comparação apenas cinco partidos na região contam com mais de 10 mil militantes em suas fileiras: PT (46.157); MDB (27.520); PSDB (16.331); PTB (14.618); e o PDT (11.341).

Outro partido que teve uma queda acentuada foi o Novo. Em 11 meses a legenda viu o cancelamento de 149 filiações, caindo de 847 para 698 (-17,59%). A maior redução percentual ocorreu em São Caetano com -22,7% (de 233 para 188). Nas últimas semanas o diretório municipal viu uma série de saídas por divergências internas, entre elas, a da dupla que formou a chapa para a disputa do comando do Palácio da Cerâmica, Mario Bohm e Andréa Giugliani. Mas diferente do PSL, o Novo consegui um resultado positivo com o leve aumento de filiados em Rio Grande da Serra (dois para três).

Outros 22 partidos perderam filiados no período, mas as quedas giraram entre 0,17% e 2,67%. Na região a queda do número de filiados foi de 2,64%, saindo dos 205.875 de outubro de 2020 para 200.427 do mês passado.

Resultado positivo


Nove partidos apresentaram alta no número de filiados durante o período pesquisado. A maior alta foi do PSOL que viu o número de militantes subir 41,18% no ABC, saindo dos 3.152 e alcançando os 4.450. Ainda em seu início, a Unidade Popular (UP) teve quatro filiações a mais, o que aumentou seu número de filiados em 18% (22 para 26). As demais legendas subiram entre 0,18% a 3,13%

Por Carlos Carvalho/RD

 

Comente
Deixe o seu comentário
  • PSL perde 88,85% dos filiados no ABC paulista em 11 meses

Tendências