Guedes nega pedido de demissão e Bolsonaro afirma confiança absoluta no ministro da Economia

 


O ministro da Economia, Paulo Guedes, negou, nesta sexta-feira 22, que tenha pedido demissão ao presidente Jair Bolsonaro,
 (sem partido) após a debandada dos secretários Bruno Funchal (Tesouro e Orçamento), e Jeferson Bittencourt (Tesouro Nacional), e dos secretários Gildenora Dantas e Rafael Araújo. Ele se encontrou com Bolsonaro no início da tarde para tratar da crise envolvendo sua permanência no cargo.

Já presidente Jair Bolsonaro também afirmou hoje que possui "confiança absoluta" no ministro da Economia, Paulo Guedes. O chefe do Executivo disse ainda que o governo não fará "nenhuma aventura" na economia e que respeitará o teto de gastos. A declaração ocorreu após uma reunião do presidente com o ministro no prédio do Ministério da Economia, e um dia após a debandada de quatro secretários de Guedes da equipe econômica em meio a atritos.

 

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem