Iklan

iklan

G7 da CPI da Covid teme reação de Renan

19 de outubro de 2021 | 19.10.21 WIB Last Updated 2021-10-19T17:28:37Z

 


Para senadores do G7, Renan Calheiros vazou trechos do seu relatório final, em torno do qual ainda há muita divergência a ser vencida, com a finalidade de emparedá-los. Nos cálculos desses parlamentares, o relator os expôs à opinião pública como forma de pressioná-los a não abrandar a peça final da CPI da Covid. Um dos temas polêmicos é o indiciamento de Bolsonaro por genocídio. 

 Segundo informação, Calheiros fez uma jogada política em benefício próprio ao liberar pontos importantes do que seria seu relatório final.

Conseguiu ser o centro do grande assunto dos últimos dias a decisão de indiciar o presidente Bolsonaro por genocídio de indígenas e homicídio. Outras decisões polêmicas como indiciar o ministro da Defesa, general Braga Netto, por sua atuação quando era chefe do Gabinete Civil, também causaram rebuliço entre seus pares.

Com a CPI da Covid atravessando uma crise interna depois que o relatório do senador Renan Calheiros (MDB-AL) foi antecipado pelo Estadão, o governo já decidiu precificar o desgaste que o presidente Jair Bolsonaro, seus filhos e ministros sofrerão por conta do resultado das investigações da Comissão. Mesmo com alguns dos integrantes do chamado G7 discordando de trechos do parecer de Renan, especialmente na acusação de promover genocídio entre indígenas e contra o senador Flávio Bolsonaro, o governo admite que não há como impedir que um relatório muito duro seja apresentado.

 

 

 

 

 

 

Comente
Deixe o seu comentário
  • G7 da CPI da Covid teme reação de Renan

Tendências