Iklan

iklan

CPI da Covid aprova relatório que indicia Bolsonaro e outras 77 pessoas

26 de outubro de 2021 | 26.10.21 WIB Last Updated 2021-10-27T00:38:28Z

 


A CPI da Covid-19 no Senado aprovou, na noite desta terça-feira 26, o relatório final da investigação promovida sobre a condução da pandemia do coronavírus no Brasil.. O texto de 1.180 páginas foi elaborado pelo relator da comissão, Renan Calheiros (MDB-AL) e atribui ao presidente Jair Bolsonaro (sem partido) a prática de 9 crimes na pandemia.

No placar final, o relatório foi aprovado por 7 a 4. Ao todo, 11 senadores votaram. 

Como cada senador da CPI votou sobre o relatório:

Votaram a favor: 

·         Omar Aziz (PSD-AM)

·         Renan Calheiros (MDB-AL)

·         Randolfe Rodrigues (Rede-AP)

·         Tasso Jereissati (PSDB-CE) 

·         Eduardo Braga (MDB-AM)

·         Otto Alencar (PSD-BA)

·         Humberto Costa (PT-PE) 

Votaram contra: 

·         Marcos Rogério (DEM-RO)

·         Jorginho Mello (PL-SC)

·         Eduardo Girão (Podemos-CE)

·         Luis Carlos Heinze (PP-RS)

Além de Bolsonaro, aparecem na lista os três filhos mais velhos do presidente, senador Flávio Bolsonaro (Patriota-RJ), deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL -SP) e o vereador Carlos Bolsonaro (Republicanos-RJ).

Também estão entre os indiciados o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, ex ministros, políticos, servidores públicos e empresários.

No total, foram indiciadas 79 pessoas e duas empresas.

Os últimos a serem incluídos na lista foram o governador do Amazonas, Wilson Lima (PSC), e o senador membro da CPI, Luiz Carlos Heinze (PP-RS), por disseminação de notícias falsas sobre o chamado "kit covid". No entanto, horas mais tarde, o nome de Heinze foi retirado da lista de indiciados.

 

.

 

 

Comente
Deixe o seu comentário
  • CPI da Covid aprova relatório que indicia Bolsonaro e outras 77 pessoas

Tendências