Senado ‘empurra’ novo código eleitoral para 2024


Sem consenso para votar mudanças nas regras eleitorais, o Senado não deve analisar o projeto do novo código aprovado na semana passada pela Câmara a tempo para valer em 2022.

A consequência é que mudanças como restrições à divulgação de pesquisas, limites ao poder da Justiça Eleitoral de ditar normas e a liberação ao transporte de eleitores – se confirmadas na Casa – só devem vigorar a partir das disputas municipais de 2024. 

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem