Iklan

iklan

Comissão especial rejeita, por 23 a 11, o voto impresso obrigatório

6 de agosto de 2021 | 6.8.21 WIB Last Updated 2021-08-06T12:44:35Z

 


A comissão especial da Câmara dos Deputados sobre a PEC, que torna obrigatório o voto impresso, rejeitou nesta quinta-feira (5) o substitutivo apresentado pelo relator, deputado Filipe Barros (PSL-PR). Foram 23 votos contrários ao parecer, ante 11 votos favoráveis.

Por indicação do presidente da comissão especial, deputado Paulo Eduardo Martins (PSC-PR), o parecer vencedor caberá ao deputado Júnior Mano (PL-CE). Os deputados voltam a se reunir nesta sexta-feira (6), às 18 horas, para analisar o relatório de Júnior Mano. Ele poderá inclusive recomendar o arquivamento.

Fonte: Agência Câmara de Notícias

 

Comente
Deixe o seu comentário
  • Comissão especial rejeita, por 23 a 11, o voto impresso obrigatório

Tendências