Iklan

iklan

Mara Rocha alerta: número insuficiente de profissionais e a falta de quadro efetivo, podem comprometer o status do Acre de livre de febre aftosa sem vacinação e solicita a contratação de concursados

8 de julho de 2021 | 8.7.21 WIB Last Updated 2021-07-08T21:18:19Z

 


Nessa quinta-feira (08/07) a Deputada Federal Mara Rocha enviou ofícios ao Governador do Acre, Gladson Cameli, ao Secretário de Produção e Agronegócio e ao Presidente do IDAF solicitando a contratação de técnicos, aprovados no último concurso público do IDAF, para reforçar o quadro funcional daquele Instituto.


Segundo a parlamentar tucana, a falta de um quadro de técnicos, naquele órgão, pode resultar em graves prejuízos ao setor pecuário do Estado.


“Para manter o reconhecimento do Acre como zona livre de aftosa sem vacinação, houve o compromisso do Estado em contratar os concursados e ter um quadro efetivo de técnicos que permitam uma fiscalização e acompanhamento do rebanho, uma vez que o status concedido pela Instrução Normativa nº 52, do Ministério da Agricultura, exige um maior compromisso do governo em relação aos cuidados com a sanidade do rebanho bovino do Acre”, explicou a deputada.


“Encaminhei esses ofícios a partir de solicitações dos pecuaristas do Estado. O Acre precisa se ajustar ao Termo assinado com o MAPA, e por isso solicitei a contratação dos técnicos aprovados no Concurso Público do Instituto de Defesa Agropecuária e Florestal do Acre – IDAF, que homologou o resultado final através do Edital nº 022 SEPLAG/IDAF, de 27 de novembro de 2020, para que se juntem aos técnicos já contratados, e possam garantir a manutenção do título de Área Livre de Aftosa sem vacinação”, finalizou Mara Rocha.

Comente
Deixe o seu comentário
  • Mara Rocha alerta: número insuficiente de profissionais e a falta de quadro efetivo, podem comprometer o status do Acre de livre de febre aftosa sem vacinação e solicita a contratação de concursados

Tendências