Governo não vê riscos, mas grupo de caminhoneiros diz que vai parar

 


O governo de Jair Bolsonaro avalia que não há risco de uma nova greve dos caminheiros. Calcula que a categoria já ameaçou parar outras 13 vezes, sem sucesso. Porém, a possibilidade não foi descartada nas estradas. Um grupo de caminhoneiros convoca uma paralisação para este domingo 25, e diz que pode ter adesão de 20 mil motoristas.

A paralisação foi convocada pelo Conselho Nacional do Transporte Rodoviário de Cargas, o mesmo grupo que tentou fazer uma greve em fevereiro, mas não teve adesão da categoria à época. O movimento é contra a alta dos combustíveis e pelo cumprimento da tabela mínima do frete.

A greve convocada pelo Cntrc tem apoio da Associação Nacional de Transporte no Brasil), da Confederação Nacional dos Trabalhadores em Transporte e Logística e de caminhoneiros autônomos de regiões como Goiás, Espírito Santo e Rio Grande do Sul.

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem