Iklan

iklan

Gladson pede e recebe da Sesai maior apoio para povos indígenas do Acre

7 de julho de 2021 | 7.7.21 WIB Last Updated 2021-07-07T21:32:52Z

 


O Governador Gladson Cameli esteve reunido na manhã desta quarta-feira, 07, com o Secretário Especial de Saúde Indígena, Robson Santos da Silva, para levar ao conhecimento do secretário várias reivindicações dos povos da floresta do Acre. O governador esteve acompanhado da senadora Mailza Gomes, que marcou a audiência; do secretário; Alysson Bestene, Secretário Governamental; Flávio Pereira, Chefe da Casa Civil e Ricardo França, representante do Acre em Brasília.

 

Gladson iniciou sua fala elogiando o trabalho feito pela senadora Mailza Gomes em prol dos povos indígenas do Acre, trabalho esse em conjunto com o governo do estado, em busca de soluções para os diversos problemas nas aldeias.

 

A senadora reafirmou na ocasião seu comprometimento com os diversos povos indígenas do Acre e apresentou várias fotos e documentos que comprovam o que o governador solicitou para melhorias nas condições de vida dos indígenas.

 

Cameli relatou ao secretário Robson Santos, suas visitas às diversas aldeias no interior do Acre, quando viu de perto a realidade que muitas vezes é mascarada por grupos que se dizem defensores das causas dos índios.

 

CASAI

 

A reforma das Casas de Apoio à Saude Indígena (Casai) foi uma das principais reivindicações feitas pelos índios ao governador em suas visitas às aldeias. As casas de apoio, como o próprio nome diz, servem dar abrigo e apoio aos índios que vão se tratar nos DSEI (Distrito Sanitário Especial Indígena).

Já as DSEI são responsáveis pelo atendimento à população indígena e existem duas unidades no Estado do Acre: o do Alto Purus, em Rio Branco, e o do Alto Juruá, em Cruzeiro do Sul.

 

Os distritos ficam responsáveis por todos os polos (unidades de atenção básica) e por atender os pacientes de determinada região. Os profissionais ficam responsáveis por identificar qual paciente precisa de um atendimento especializado e o que não pode ser feito na unidade.

 

Após a identificação, os pacientes são encaminhados para casas de apoio à saúde indígena. Então é realizado o agendamento do serviço e os polos ficam responsáveis por identificar o paciente e trazê-lo às unidades.

 

Diante desse trabalho complexo de hospedagem e apoio aos doentes, Cameli explicou ao secretário a precariedade na estrutura física das Casai, pedindo urgência na reestruturação das unidades.

 

Robson Santos esclareceu através de seus assessores que o projeto de reforma das unidades já está em andamento e que após a aprovação será feita a licitação para o início das obras.

 

O chefe da Representação do Estado do Acre em Brasília, Ricardo França, se colocou à disposição do secretário Robson Santos, ressaltando o trabalho de elo entre a Repac e o Governo Federal, como forma de dinamizar as informações e documentações que se fizerem necessárias para um trabalho conjunto entre a secretaria e o governo do estado.

 

Brigada de Incêndio Indígena

 

Uma das idéias lançadas na reunião foi sobre a formação de uma brigada de incêndio formada pelos próprios índios. A formação, caso se concretize o projeto, terá apoio, garantido pelo secretário, inclusive com a busca de recursos para esse trabalho a ser executado.

 

Cameli agradeceu todo o apoio de Santos e convidou o secretário para uma visita ao Acre.Perpétua alerta Governo Federal para necessidade de manutenção da BR-364 

 

Comente
Deixe o seu comentário
  • Gladson pede e recebe da Sesai maior apoio para povos indígenas do Acre

Tendências