Música é música, política é política

 


Os cantores Carlinhos Brown e Elba Ramalho merecem aplausos. Eles mostraram ao povo brasileiro, que não são “pelegos” e que não precisam da “Rouanet” para abastecer a conta bancária. Carlinhos Brown interrompeu uma manifestação política da plateia contra o presidente Jair Bolsonaro (PL), durante um show recente no Brasil, e passou a ser comparado com a também cantora Elba Ramalho nas redes sociais. O assunto se tornou um dos temas mais comentados no Twitter sábado passado (9).

Diante do público que gritava, em coro, "Fora, Bolsonaro", o baiano afirmou: "Desculpe, eu sou o Brasil que deu certo e não me meta nisso daí. Não quero nem saber dessa gente. Eu não me meto nisso… Não quero me meter nesse assunto. Vamos fazer a construção desse país. A gente está aqui pra mudar, e vamos mudar sem política!", exclamou Carlinhos Brown, na ocasião.

Fãs do artista criticaram o posicionamento do baiano por meio das redes sociais. "Deve ser muito bom ser milionário num Brasil de miseráveis para você chegar ao ponto de dizer a seu público que não quer se envolver em política. Carlinhos Brown é só uma variante do bolsonarismo de Elba", escreveu um usuário do Twitter.

Em junho, durante um show em Salvador, na Bahia, Elba Ramalho teve a mesma reação de Carlinhos Brown ao se deparar com a plateia gritando "Fora, Bolsonaro". "Não, não quero fazer política, desculpa. Isso aqui é um show de São João, não é um comício", afirmou a artista. Fonte: Yahoo Notícias.

Aplausos aos dois!

 Por Mariano Maciel


Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem