Candidatos e parlamentares reagem a assassinato de petista em Foz do Iguaçú

 

foto: Reprodução/ Redes Sociais)

Candidatos à Presidência da República e parlamentares comentaram o assassinato de um guarda municipal em Foz do Iguaçu (PR), morto a tiros no sábado durante a própria festa de aniversário, de 50 anos, que tinha como tema o Partido dos Trabalhadores (PT).

Segundo relatos, o atirador seria apoiador do presidente Jair Bolsonaro e invadiu a festa gritando o nome dele.

O ex-juiz Sérgio Moro (União Brasil) que foi ministro de Justiça e Segurança Pública de Bolsonaro, também repudiou o que classificou como violência.

A vítima Marcelo Arruda era filiado ao PT e foi candidato a vice-prefeito em Foz do Iguaçu nas eleições de 2020. Segundo a polícia, o atirador é José da Rocha Guaranho, um agente penitenciário federal, que continua internado no hospital de Foz do Iguaçu.

A Polícia Civil ouvirá as testemunhas do crime nesta segunda-feira, 11. Fonte: CB


Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem