TSE avalia legalidade das candidaturas individuais ao Senado

 


O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) avalia consulta formulada pelo deputado Delegado Wagner (União-GO) para saber se os partidos podem apresentar candidato ao Senado sem vínculo com possíveis coligações para o cargo de governador e vice-governador.

Caso essa possibilidade encontre abrigo na legislação eleitoral, um partido poderá se coligar a outro na eleição para o governo do estado e, se não houver acordo para uma candidatura única ao Senado, ambos poderão apresentar candidatos de forma isolada.

A consulta está na mesa do ministro Ricardo Lewandowski, que já tem parecer favorável da Procuradoria-Geral Eleitoral pela legalidade das candidaturas individuais.


Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem