Trabalhadores da saúde realizam manifestação pública pelas ruas de Cruzeiro do Sul

 


Ascom / Enarde Fernandes

Nesta quinta-feira, 26 de maio, os trabalhadores da saúde do município de Cruzeiro do Sul realizaram uma paralisação de advertência com indicativo de greve por não cumprimento das negociações feita entre sindicalistas e prefeitura com relação a construção do Plano de Cargo, Carreira e Remuneração (PCCR), piso salarial dos Agentes Comunitários de Saúde (ACS) e Agentes de Combate a Endemias (ACE), perdas inflacionárias e implantação de adicional de insalubridade.

Após diversas tentativas de negociações com a equipe gestora da prefeitura de Cruzeiro do Sul, os servidores da saúde realizaram uma paralisação na manhã de hoje, com passeata sobre a ponte do Juruá e pelas ruas da cidade, finalizando com uma concentração dos manifestantes em frente à prefeitura.

O movimento de hoje foi deliberado pelos trabalhadores durante uma Assembleia Geral Extraordinária realizada no dia 3 de maio, pelos representantes dos sindicatos da saúde Spate, Sintesac, Sinodonto, Sindmedac, Seeac, na sede do Sindicato dos Trabalhadores em Saúde do Estado do Acre – Sintesac, com indicativo de greve prevista para a próxima segunda-feira, 30, caso não haja avanço nas negociações.


Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem