STF decide contra prazo para obrigar Lira a analisar pedidos de impeachment



O Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu, por unanimidade, contra o estabelecimento de prazo para que o presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (PP-AL), analise pedidos de impeachment contra o presidente Jair Bolsonaro (PL).

As ações já haviam sido negadas pela relatora, ministra Cármen Lúcia. Agora, o plenário virtual decidiu manter a decisão.

O voto da magistrada, em desfavor dos recursos apresentados contra decisões anteriores, prevaleceu. Estas definições prévias negaram três mandados de segurança que apontam suposta omissão do presidente da Câmara. 

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem