Reforma Tributária não passará esse ano na Câmara

 


A Reforma Tributária em tramitação na Câmara não passará este ano. A afirmação é de lideranças partidárias, onde segundo eles, não há vontade política para aprovação da emenda à Constituição. Para se ter uma idéia,  até hoje não conseguiram colocar em votação na Comissão de Constituição e Justiça.

Além do esvaziamento do Congresso por conta do ano eleitoral, como se vê aqui no Salão Verde local onde geralmente os parlamentares concedem entrevista para a imprensa,

Ainda não um acordo de lideranças para a votação da Reforma Tributária, que precisa de qualificação de quórum porque se trata de uma matéria muito polêmica. Em abril, a sessão que votaria a reforma tributária na CCJ foi cancelada por falta de acordo.

A deputada federal, Perpétua Almeida, vice-líder da Oposição, disse que tanto o Governo como o parlamento já perderam a oportunidade de fazer a Reforma Tributária, tão necessária para o país. “Acontece que foram empurrando com a barriga,  são muitos os interesses e não se chegou a um acordo. È preciso você tributar grandes fortunas para amenizar a situação de quem paga mais impostos que é a classe média e o pobre que vai pagar o arroz, o feijão, a cesta básica” – disse Perpétua.

Na mesma sessão, outro projeto polêmico foi colocado para análise, o das armas, que previa mudar as regras para a posse e o porte de armas no país. Há também a questão da Zona Franca de Manaus, que é alvo de suspensão de decretos que reduzem o IPI, impactando negativamente na economia do Amazonas.


Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem