Com emenda da senadora Mailza, prefeitura de Assis Brasil adquire 10 motos para assistência aos produtores rurais

 

Além do envio de mais de R$ 1,6 milhão em emendas, em 2020 Mailza interviu para manter a agência do Banco do Brasil aberta no município 

 

                          Senadora Mailza e prefeito Jerry Correia 

 

A frota da prefeitura de Assis Brasil ganhou reforço com a chegada de dez novas motocicletas adquiridas com uma parlamentar individual no valor de R$ 165 (cento e sessenta e cinco mil reais) da senadora Mailza (Progressistas-AC).

Os veículos, pedidos pelo prefeito Jerry Correia, já foram comprados e serão usados para atividades diversas como assistência aos produtores rurais, assistência em abertura de estradas e para os técnicos da educação visitarem escolas rurais e urbanas.

De acordo com Mailza, a destinação da emenda e compra das motos é uma forma de contribuir com o desenvolvimento do município. “Os veículos vão beneficiar mais de 450 pessoas compostas por agricultores e famílias residentes em projetos de assentamento. Isso ajuda os produtores e qualifica o transporte dos técnicos”, pontuou.




O prefeito Jerry agradeceu a senadora e parabenizou pelo trabalho desenvolvido. “Estamos muito gratos pela emenda destinada que vai agilizar bastante a visita dos técnicos dos programas de assistência rural da prefeitura. Essas motos irão facilitar o serviço e a vida dos agricultores do município, bem como toda a população no município na agricultura familiar”, destacou o chefe do executivo municipal.


                       Motocicletas já foram compradas pela prefeitura

 Emendas da Mailza para Assis Brasil

Foram mais de R$ 1,6 (um milhão e seiscentos mil) destinados pela parlamentar ao munícipio. R$ 1 milhão (metade paga nesta semana) será usada para compra de uma pá carregadeira, um trator, um veículo e implementos agrícolas.

O recurso direcionado à aquisição de máquina e equipamentos tem o objetivo de melhorar a infraestrutura, saúde, esporte, segurança pública e assistência social.  Na Saúde, foram R$ 90 mil já pagos para custeio e humanização.

 

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem