Latam voltará a operar em Rio Branco em julho

 


Os preços exorbitantes das passagens e do número escasso de voos que saem do Acre para outros estados foram discutidos pelos parlamentares acreanos com representantes da Gol e da Latam e também com o representante da Associação Brasileira de Aviação. Também participaram do debate solicitado pelo deputado federal Alan Rick, o prefeito de Cruzeiro do Sul, Zequinha Lima, o presidente da União Nacional de Entidades do Comércio e Serviços, George Pinheiro e o secretário da Fazenda Amarízio Freitas.

Ao que parece as solicitações não serão atendidas á médio prazo, uma vez que elas esbarram na dolarização dos preços dos combustíveis, que tem elevado os custos das passagens no país inteiro e a guerra da Ucrânia.

O Governo do Acre, por meio da Secretaria da Fazenda, se colocou à disposição das empresas aéreas como forma de reduzir os preços das passagens aéreas, como já ocorreu em 2019.

Diante da explanação das empresas aéreas e da Associação Brasileira de Aviação, a bancada federal conseguiu alguns avanços, como a garantia de que a LATAM voltará a operar em Rio Branco e que a alíquota de ICMS poderá ajudar as companhias a reduzir o valor dos bilhetes aéreos.


Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem