“Pelo menos 5 mil latas de castanhas podem estragar no Antimary por falta de escoamento”, denuncia Perpétua

 


Pelo menos cinco mil latas de castanhas, fruto da produção dos extrativistas da comunidade do Antimary, no município do Bujari, podem estragar por falta de transporte para escoar a produção. Além do problema com o transporte, as péssimas condições do ramal também dificultam a saída de veículos.

A deputada federal Perpétua Almeida (PCdoB), acompanhada do deputado estadual Edvaldo Magalhães (PCdoB) estiveram na comunidade no último fim de semana e viram de perto a situação de abandono em que vivem as 57 famílias que vivem no Antimary.

“As escolas estão se perdendo dentro do matagal, o ramal só tem manutenção porque os próprios moradores pagam pelo serviço. Cada morador teve que pagar R$ 100 para fazer a manutenção do ramal. Toda a estrutura criada nos nossos governos está completamente abandonada. Não existe nenhum tipo de assistência por parte do governo estadual ou federal”.


 Assessoria

 


Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem