Ministro da Educação pede demissão a Bolsonaro

 


Foto: Valter Campanato/Agência Brasil

O ministro da Educação, Milton Ribeiro, pediu demissão nesta segunda-feira (28). O cargo foi entregue ao presidente Jair Bolsonaro (PL), que ainda não comunicou oficialmente se aceita a demissão.

Bolsonaro resistiu à saída de Ribeiro, enquanto, de forma reservada, aliados pressionavam a demissão por temer os efeitos nas eleições da existência de Em meio ao escândalo, o mandatário afirmou que colocaria a mão no fogo pelo ministro. "O Milton, coisa rara de eu falar aqui: eu boto minha cara toda no fogo pelo Milton. Estão fazendo uma covardia contra ele", disse Bolsonaro, durante live na última quinta-feira (24).

A denúncia do gabinete paralelo na pasta foi revelada pelo Estado de S. Paulo. No esquema, havia o favorecimento do governo federal na liberação de verbas a pedidos que chegam à pasta por meio dos pastores Gilmar Santos e Arilton Moura.


Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem