Lula prepara discurso para se aliar a quem defendeu impeachment de Dilma

 


O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) irá adotar o discurso da necessidade de uma unificação para derrotar Jair Bolsonaro (PL) nas eleições como forma de justificar alianças com parlamentares que votaram a favor do impeachment de Dilma Rousseff (PT) em 2016.

O petista tem indicado a interlocutores que não é possível discriminar quem votou a favor do impedimento da ex-presidente — isso, segundo ele, seria fazer política olhando para o retrovisor.


Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem