Homem que teria abusado de uma galinha, é condenado a um ano de prisão na cidade de Caacupé no Paraguai

 O Tribunal de Justiça de Caacupé (PY) condenou um homem acusado de abusar sexualmente de uma ave a um ano de prisão, sem suspensão do cumprimento da pena.


O caso Cococha se torna histórico no país, por ser a primeira condenação por maus-tratos a um animal ovíparo ocorrido em 20 de março de 2021.

Um tribunal de condenação condenou Roberto Marandari Enciso a um ano de prisão, sem suspensão da execução da pena, culpado pelas acusações.

A promotora Zulma Benítez informou à Última Hora sobre a sentença, o homem está atualmente detido em uma delegacia de polícia de Atyrá e que, uma vez finalizada a sentença, ele será encarcerado em uma penitenciária.

A galinha foi colocada para adoção após ser resgatada por funcionários da Diretoria de Defesa Animal em estado crítico por supostos abusos e maus-tratos em julho do ano passado.

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem