Em entrevista, deputada Vanda Milani defende redução do preço dos combustíveis

 


A deputada federal Vanda Milani (Solidariedade-Ac), defendeu durante entrevista na TV Gazeta, no início da tarde de hoje (21) a redução no preço dos combustíveis. Para ela, é preciso um esforço de todos para garantir comida na mesa de todos os brasileiros. “O povo não aguenta mais pagar o combustível mais caro do país, isso implica em outros aumentos como nos alimentos que vão para mesa das famílias”, disse a deputada.

Passou pela Câmara dos Deputados o projeto de Lei (PL) 1.472/2021 que altera a forma de cálculo do preço dos combustíveis, além de criar uma Conta de Estabilização. A chamada cobrança monofásica do   ICMS também criou um fundo que funcionará como um mecanismo de amortecimento contra flutuações do preço do petróleo no mercado internacional. “É um debate nacional, que depende da união e do esforço de todos. O objetivo é reduzir o valor dos combustíveis nos postos e evitar essa gangorra de preços para o consumidor”, acrescentou.

Respondendo a perguntas de internautas, Vanda Milani prestou contas dos recursos aplicados através de suas emendas no setor da saúde pública, obras estruturantes e o setor produtivo. Ela voltou a cobrar agilidade na execução de projetos pelo governo e garantiu que a Orla do XV será licitada. “O governador me incentivou a fazer esse projeto. Tivemos a pandemia e a burocracia que atrapalhou. Hoje nós temos o secretário Cirleudo que abraçou o projeto e agora vai para licitação” garantiu.

Analisando o cenário político, a deputada acredita que as eleições desse ano serão difíceis por conta das mudanças feitas pelo Congresso Nacional. A parlamentar afirmou que tem conversado com o governador Gladson Cameli e que as definições políticas ocorrem até o dia 25. Ela Defendeu quem tem trabalho prestado ao povo do Acre. “Quem tem trabalho prestado para a população não encontrará tanta dificuldade nas eleições” concluiu.

 


Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem