NOVO realiza manifestações contra o aumento do Fundo Eleitoral

 Ação abrangeu 80 cidades em 13 Estados do país


O partido Novo organizou  uma série de manifestações contra a aprovação do novo valor do Fundo Eleitoral pelo Congresso Nacional no valor de R$ 4,9 bilhões, o maior volume já destinado a campanhas eleitorais em toda história. As manifestações foram pacíficas e foram registradas em 80 cidades de 13 Estados. Os filiados fizeram panfletagens contra o uso de dinheiro público em campanhas eleitorais e apresentaram cheques fictícios com o valor do Fundão, buscando conscientizar a população sobre o uso dos recursos. Dirigentes e mandatário do NOVO participaram das ações.

“Muitas das pessoas abordadas nem sabiam que o Fundão havia sido aumentado, e a indignação era clara quando explicávamos sobre o aumento. Isso só comprova que o Congresso, que deveria representar os anseios da sociedade, está em total dissonância nessa matéria”, afirmou o presidente do NOVO, Eduardo Ribeiro.

Único partido que não utiliza dinheiro público para financiar suas campanhas, o NOVO – endossado por organizações da sociedade civil e setor industrial – solicitou no Supremo Tribunal Federal (STF) que declare inconstitucional o aumento do fundão. A Ação Direta de Inconstitucionalidade (ADI) deve ser julgada na quarta-feira pela Suprema Corte. Para o partido, a elevação do valor é inconstitucional porque a prerrogativa de propor o valor seria do Poder Executivo. A proposta orçamentária chegou ao Congresso com o valor inicial de R$ 2,1 bilhões.

 

 


Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem