Thalita Figueiredo representa o Acre no 1º Encontro de Mulheres do Projeto Elas pelo Brasil

 


A acreana Thalita Figueiredo, criadora de conteúdo de viagens no Instagram @destinoacre e @tipsdathaly esteve no Pará, para participar do 1º Encontro de Mulheres do Projeto Elas Pelo Brasil, que aconteceu no período de 14 a 21 de janeiro, a convite da Secretaria de Turismo do Estado do Pará. A viagem contou com o apoio da Azul Linhas Aéreas e da Federação Brasileira de Jornalistas e Comunicadores e Turismo do Pará.

Junto com outras 16 representantes de diversos estados brasileiros, Thaly conheceu os atrativos turísticos paraenses em roteiros feitos especialmente para o projeto. “Foi uma experiência incrível, poder representar o Acre nesse encontro, trocar experiências e experimentar vivências que podem ser replicadas aqui no nosso estado”, relatou a creator que também é servidora pública.

O roteiro começou na capital paraense e contemplou visitas guiadas na área histórica da cidade como o Mercado Ver-o-Peso, Teatro da Paz e Complexo Feliz Lusitânia, passando pela Estação das Docas e um dia inteiro nas ilhas próximas à cidade, como a Ilha do Combu, onde visitaram uma fábrica de chocolates finos, produzidos na própria ilha.

As viajantes também puderam conhecer os municípios de Augusto Corrêa, Bragança e Salinópolis, região praiana com opções de banho de rio e de mar. Para Thalita Figueiredo, o destaque foi a Rota Amazônia Atlântica, que reúne diversos roteiros no município de Augusto Corrêa, região nordeste do Pará. Segundo ela, as experiências podem ser amplamente vivenciadas no Acre, uma vez que aqui, as comunidades rurais, podem ser protagonistas na oferta de vivências em suas áreas, seja nos sítios ou dentro das florestas.

“Me chamou atenção como a Rota foi estruturada. Eles aproveitam a rotina dos produtores rurais para agregar valor com o receptivo dos turistas. A gente tem a oportunidade de conhecer a origem do produto que se está comendo ou levando para casa. Isso valoriza tanto o produto, como o produtor, além de oportunizar ao público uma vivência fora do habitual”, destaca.

Pra Thalita, o turismo rural permite o incremento na renda do produtor e, com isso, incentiva que as famílias continuem investindo no seu lugar de origem. “O que parecia só idealismo, pude ver que é real. Não vejo a hora de ver isso aplicado aqui no Acre”, afirma Thalita que se tornou uma Embaixadora da Rota Amazônia Atlântica. “A responsabilidade aumentou ainda mais. E este é um privilégio e mais um desafio, enquanto criadora de conteúdo de viagens”, finaliza.

A viagem inteira foi documentada pelas participantes em seus respectivos canais nas redes sociais e no canal do @projetoelaspelobrasil no Instagram, onde também é possível conhecer as representantes de cada estado do Brasil.

MULHERES PELO TURISMO NACIONAL

O Elas pelo Brasil é um projeto voluntário, idealizado por Danielle Almeida (do Ceará), que reúne mulheres criadoras de conteúdo de viagens para atuarem em conjunto na divulgação do turismo nacional, por meio de publicações periódicas em suas contas no Instagram. Cada edição aborda um tema diferente e este mesmo assunto é tratado por todas as integrantes, com informações referentes ao seu respectivo estado.

“Esperamos poder mostrar para as pessoas uma visão mais sensível e profunda do nosso país e proporcionar viagens por todo território nacional”, reitera Danielle Almeida.

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem