Direto do Planalto

Queiroga ataca governadores contrários à prescrição para vacinar crianças: “Eles não são médicos”

 


O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, criticou nesta quarta-feira 29, os prefeitos e governadores contrários à prescrição médica para vacinar crianças de 5 a 12 anos contra covid-19.

Segundo o ministro, os chefes do Executivo não são médicos e estão interferindo nas secretarias de Saúde dos Estados.

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) autorizou a aplicação da vacina Pfizer contra o novo coronavírus em crianças de 5 a 12 anos em 16 de dezembro e, desde então, o assunto tem gerado polêmicas.

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem