Direto do Planalto

Mara Rocha e vice-governador Rocha participam de Dia de Campo de Café em Acrelândia e anunciam a destinação de recursos para construção de 3 polos de beneficiamento de café no município

 


Nesse sábado (04/12) foi realizado o Dia de Campo, na fazenda Taquari, do cafeicultor Wagner Álvares, em Acrelândia, a116 Km da capital.

Produtores rurais que prestigiaram o evento assistiram a palestras de técnicos sobre a variedade Robustas Amazônicoe mais 12 variedades de café, que tem apenas um ano de plantio e que possuem alta produtividade. 

Na ocasião, a Deputada Federal Mara Rocha,anunciou aos presentes  a destinação de emenda parlamentar, no valor de R$1,5 Milhão, para a construção de três Polos de Beneficiamento de Café, compostos cada um por : Galpão, 2 secadores de Café e 1 descascador.  Segundo Mara Rocha, esses polos ajudarãotodos os cafeicultores do município. 

"Durante visita juntamente com nosso vice-governador Rocha, os cafeicultores falaram do principal gargalo que é manter a qualidade dos grãos no armazenamento. Nós ouvimos e hoje trazemos aboa notícia. Esses polos vão ajudar  a manter a qualidade dos grãos de café  e isso refletirá no preço da saca durante a venda e na qualidade da bebida.  É dessa forma que ajudamos as pessoas que querem produzir no nosso Estado. Ouvindo e buscando soluções reais  para viabilizar a agricultura no Acre, que tem um grande potencial agrícola. Esse é o Acre que eu Acredito”, afirmou Mara Rocha.     

O vice-governador Rocha parabenizou a iniciativa do produtor Wagner Álvares e destacou o crescimento do café no Acre.  "Parabenizamos o produtor por acreditar e investir no nosso Estado. Hoje Acrelândia se destaca como um dos maioresprodutores de café no Acre e isso tem sido modelo para outros municípios. A cultura  do café  chega com força e já se faz presente nos Mâncio Lima, Capixaba, Plácido de Castro e Sena Madureira, sendo uma ótima alternativa,  onde  produtor  vende uma saca de café  a R$ 800,00 (oitocentos reais) , tendo previsão de chegar a R$ 1 mil reais o ano que vem. Isso é muito positivo para os produtores que, mesmo com pouca área podem obter um lucro significante, bem melhor que o gado”.

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem