Iklan

iklan

Senadora Mailza destaca a conquista do voto feminino no Brasil

3 de novembro de 2021 | 3.11.21 WIB Last Updated 2021-11-03T21:26:34Z

 


A senadora Mailza Gomes (Progressistas-AC) destacou os 89 anos deste marco histórico para as brasileiras, que foi o voto feminino comemorado nesta quarta-feira, 3, e ressaltou a necessidade de superação dos desafios, como a maior representatividade feminina nos cargos eletivos.

Em tom de comemoração, a senadora reforçou a necessidade de pensar em formas de inserir as mulheres numa sociedade mais justa e igualitária. “Hoje as mulheres participam efetivamente da vida política do país como candidatas e opinando nas decisões tomadas por nossos representantes nos governos municipais, estaduais e federal, mas ainda é pouco! Nós mulheres somos a maioria que votamos no país e também temos o direito de ocupar os espaços de poder”, destacou Mailza.

Nas redes sociais, Mailza reforçou sua luta em prol das mulheres “Este é apenas um exemplo. Nós estamos na luta para garantir muitos outros direitos’, escreveu.

 Representatividade

 A partir do Decreto 21.076, de 24 de fevereiro de 1932, o voto feminino no Brasil foi assegurado, após intensa campanha nacional pelo direito das mulheres ao voto. Depois de muitos anos de reivindicações e discussões, elas garantiram o direito de votar e serem eleitas para cargos no Executivo e Legislativo.

 A conquista foi parcial, pois permitia somente às mulheres casadas, com autorização dos maridos, e às viúvas e solteiras que tivessem renda própria, o exercício de um direito básico para o pleno exercício da cidadania. Em 1934, as restrições ao voto feminino foram eliminadas do Código Eleitoral, embora a obrigatoriedade do voto fosse um dever masculino. Em 1946, a obrigatoriedade do voto foi estendida às mulheres.

 

Comente
Deixe o seu comentário
  • Senadora Mailza destaca a conquista do voto feminino no Brasil

Tendências