Semipresidencialismo sim, mas só a partir de 2026; defende Arthur Lira

 


O presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira, voltou a defender a adoção do semipresidencialismo a partir de 2026. Ele explicou que a aprovação de um novo sistema de governo não impactaria as próximas eleições e não mudaria as regras do jogo para o próximo presidente eleito.

Segundo Lira, é preciso que o sistema de governo esteja fora das “amarras do presidencialismo de coalizão”, com uma “gestão compartilhada”, disse.

“O presidente se elege com 50 milhões de votos e quando muito consegue 10% de vagas no Parlamento e por isso não consegue governar sem coalizão. A Câmara vai fazer essa discussão”, disse Lira.

Fonte: Agência Câmara de Notícias

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem