Iklan

iklan

Perpétua diz que interferência de Bolsonaro no Enem é grave: “Ao presidente da República cabe cuidar do país”

17 de novembro de 2021 | 17.11.21 WIB Last Updated 2021-11-17T17:08:20Z

 


“É muito grave que Bolsonaro tenha tentado interferir nas provas do Enem. Isso é uma decisão técnica que é tomada por professores”. A afirmação foi feita pela deputada federal Perpétua Almeida (PCdoB) após entrevista do presidente Jair Bolsonaro, que afirmou à imprensa que as questões da prova do Enem “começam a ter a cara do governo”. As provas do exame ocorrem nos dias 21 e 28 de novembro.

 

Ao todo, 37 servidores do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), órgão responsável pelo Enem, pediram demissão ao afirmar que sofreram pressão psicológica e vigilância velada na formulação do Enem deste ano para que evitassem questões polêmicas, que poderiam “incomodar o governo”.

 

“O Enem não pertence ao partido A ou B. Ao presidente da República cabe cuidar da situação do país, garantir emprego para o povo, garantir alternativas para superar a fome, melhorar a vida do país. É muito grave que o presidente esteja se metendo em questões dessas e não cuide do todo”.

 

Assessoria

 

 

 

 

Comente
Deixe o seu comentário
  • Perpétua diz que interferência de Bolsonaro no Enem é grave: “Ao presidente da República cabe cuidar do país”

Tendências