Iklan

iklan

Arthur Lira tenta acordo para votar a PEC dos Precatórios

3 de novembro de 2021 | 3.11.21 WIB Last Updated 2021-11-03T18:12:49Z

 


Minutos antes de começar a discussão da PEC dos Precatórios, o presidente da Câmara, Arthur Lira, reafirmou que é possível fazer ajustes no texto da proposta de emenda à Constituição  que limita o valor dos precatórios a serem pagos pela União no ano que vem. Ele conversou sobre o texto com líderes e representantes do governo e da oposição e pediu cuidado com narrativas falsas sobre a PEC.

O presidente da Câmara disse que esperava fechar um acordo, pois afinal são 20 milhões de famílias passando fome e que isto não é um assunto de oposição e governo. Arthur Lira negou também a possibilidade de tirar mais precatórios do teto de gastos, como os pagamentos de dívidas do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento do Ensino Fundamental e de Valorização do Magistério (Fundef).

Mesmo assim, os líderes da oposição avisaram que não tem acordo para a  PEC dos Precatórios, mesmo com mudança no Fundef.

Arthur Lira disse também que vai descontar os salários de cerca de 50 deputados que faltaram à sessão deliberativa desta quarta-feira, quando estava prevista a votação da PEC. Por conta do feriado de terça-feira, boa parte dos deputados costuma faltar à sessão do dia seguinte.

Comente
Deixe o seu comentário
  • Arthur Lira tenta acordo para votar a PEC dos Precatórios

Tendências