Acre e mais cinco Estados de região de fronteira receberão doses extras de vacina

 

Região se tornou prioridade para barrar avanço de cepas


O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, afirmou nesta terça-feira 20, que a pasta enviará mais doses de vacina contra a Covid-19 para estados que fazem fronteira com outros países. Na lista, estão Acre, Amapá, Amazonas, Pará, Roraima e Santa Catarina, que devem receber imunizantes suficientes para aplicar em 279 mil pessoas.

O anúncio foi feito em conversa com jornalistas em Foz do Iguaçu, no Paraná, onde participa de evento de vacinação, e divulgado pelo O Globo .

— É uma estratégia, até para que a gente possa conter variantes e criar uma espécie de cordão epidemiológico, vacinando a população fronteiriça, para evitar que variantes que vêm de outro país possam chegar ao Brasil — disse o cardiologista.

Ainda segundo o Globo, o Ministério da Saúde incluiu, na última quarta-feira, a população de regiões de fronteira como prioritária para a imunização. Outros locais, como Paraná e Mato Grosso, também receberam doses extras.

 

“A entrada e a disseminação de cepas, como a delta — oriunda da Índia e já alastrada pela Argentina — e a lambda, detectada pela primeira vez no Peru, são preocupações para o Brasil” – diz o jornal.

 

أحدث أقدم