Flávio Dino deixa o PCdoB depois de 15 anos; PSB pode ser novo destino do governador

 


Em anúncio nas redes sociais, o governador do Maranhão, Flávio Dino, anunciou a desfiliação do Partido Comunista do Brasil (PCdoB), partido ao qual dedicou 15 anos de sua vida política.

Com origem no Partido dos Trabalhadores (PT), onde iniciou sua militância partidária em 1987, Dino filiou-se ao PCdoB em 2006 e se consagra enquanto primeiro político a governar um estado pelo partido, eleito em 2014 e reeleito em 2018 com quase 60% dos votos válidos em primeiro turno.

A expectativa é de que Flávio Dino filie-se ao Partido Socialista Brasileiro (PSB), para onde já migrou também o então deputado federal Marcelo Freixo, que compunha o quadro do Partido Socialismo e Liberdade (PSOL) há 16 anos. 

 

Duas possibilidades são cotadas entre os analistas políticos. Uma de que o governador do Maranhão deve disputar o Senado nas Eleições de 2022, e outra a possibilidade de ele compor, como vice, na chapa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, em possível candidatura à Presidência da República.

 

A saída de Flavio Dino do PCdoB já era esperada. Fora da legenda, terá mais condições de ajudar na condução de um projeto nacional, sem ficar tão a sombra do PT, com o PCdoB é visto hoje

 

Com informações do portal Brasil de Fato

 

Postagem Anterior Próxima Postagem