Conselho de Ética afasta Rogério Caboclo da presidência da CBF



O Conselho  de Ética da entidade decidiu pelo afastamento do cartola por 30 dias, com possibilidade de prorrogação, para que ele possa se defender da denúncia de assédio moral e sexual feita por uma funcionária da CBF na última sexta-feira (4/6). A informação foi publicada, primeiramente, pelo GE.


O vice-presidente mais velho da CBF, Antônio Carlos Nunes, o Coronel Nunes, assumirá a entidade durante o período de afastamento. Em dezembro de 2017, quando Marco Polo Del Nero foi suspenso de forma provisória pelo Comitê de Ética da Fifa por suspeita de corrupção, também coube ao dirigente ocupar a cadeira. Ele foi sucedido exatamente por Rogério Caboclo.


O afastamento de Caboclo era considerado “questão de tempo” nos bastidores da CB
F
Postagem Anterior Próxima Postagem