“Caçada a Lázaro Barbosa desmoraliza métodos de inteligência das policias de Goiás e DF”; critica Perpétua Almeida.

 


“Caçada ao serial-killer de Ceilândia desmoraliza os métodos de inteligência das polícias de Goiás e DF. Mais de 200 agentes de segurança, polícias civil e militar, polícias Federal e Rodoviária Federal. Melhor seria nem divulgar esses dados, para não passarem vergonha.”


A crítica é da deputada federal Perpétua Almeida (PCdoB-AC), publicada na coluna Eixo Capital, aos domingos, pelo jornal de maior circulação do DF, Correio Braziliense.


Enquanto isso, na mesma coluna, o secretário de Segurança Pública de Goiás, Rodney Miranda, tenta justificar e amenizar o medo dos moradores que residem na região de Cocalzinho.


“Estamos tentando chegar a um desfecho. Estamos chegando mais perto. Lázaro está cansado e acuado. Mas não deixa de ser perigosíssimo” – disse o secretário.


A polícia reforçou, neste fim de semana, os bloqueios nas estradas que ligam Cocalzinho a outras cidades. Veículos que passam próximo ao local das buscas por Lázaro Barbosa, 32 anos, são parados e alguns revistados.


A procura pelo foragido, suspeito de assassinar quatro membros da família Marques Vidal, em Ceilândia, em 9 de junho seguem intensas por um efetivo de 270 policiais.

أحدث أقدم