Governador do Amazonas rebate vice, fala em politicagem e diz que nova cepa era imprevisível

 


O governador do Amazonas, Wilson Lima (PSC), rebateu as acusações do seu vice, Carlos Almeida Filho, sobre a nova cepa de coronavírus ter surgido em Manaus como consequência do alinhamento do governo estadual com às políticas de combate à pandemia defendidas por Jair Bolsonaro.

 “Não é hora de politicagem. É hora de trabalhar duro para evitar a perda de vidas humanas e recuperar a economia do estado do Amazonas, como o governo vem fazendo desde o início dessa crise”, disse em nota. 

Em entrevista ao Painel na quarta-feira (5), Almeida Filho afirmou que o ex-aliado adotou a política de imunidade de rebanho, tese defendida pelo presidente, após ser alvo de operação da Polícia Federal.

 

Postagem Anterior Próxima Postagem