Cúpula do MDB defende terceira via em 2022, mas tese de liberar estados tem força nos bastidores


A maior parte da Executiva Nacional do MDB é favorável, hoje, a apoiar um candidato alternativo à polarização entre o presidente Jair Bolsonaro e o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.


Enquanto lideranças do partido discutem nos bastidores a possibilidade de liberar cada diretório estadual a se aliar a um candidato, a tese é defendida publicamente por apenas um dos 24 integrantes do núcleo que comanda a sigla.


De acordo com  O GLOBO, dos 22 dirigentes que responderam a perguntas, 11 se dizem defensores de um candidato alternativo. Apesar disso, o projeto de adesão à terceira via não é considerado de fácil viabilização.

Postagem Anterior Próxima Postagem