Bolsonaro busca diálogo com Renan, e senadores de CPI da Covid reclamam de pressões nas redes sociais

 


Em uma ofensiva para tentar minimizar danos na CPI da Covid e após fracassar na tentativa de impedir que o senador Renan Calheiros (MDB-AL) seja indicado o relator da comissão, Jair Bolsonaro (sem partido) fez um aceno ao congressista.

O presidente telefonou na terça-feira (20) ao governador de Alagoas, Renan Filho (MDB), filho do senador, e pediu que ele avisasse ao pai que buscaria contatá-lo, o que ainda não ocorreu. Na ligação a Renan Filho, Bolsonaro avaliou que o momento é inoportuno para a instalação da CPI.

De acordo com aliados, o governador se absteve de fazer comentários sobre a pertinência da hora para que se faça investigações, mas teria dito que o senador não cometeria injustiças no processo, até porque ele se sente injustiçado pelas apurações da Lava Jato que o atingiram.

Postagem Anterior Próxima Postagem