Em seu aniversário de 66 anos, Bolsonaro promove ações do governo contra a covid

 


O presidente Jair Bolsonaro, que completa 66 anos neste domingo, começou o dia fazendo um balanço recente de sua gestão, com ênfase em iniciativas de combate à covid-19. De acordo com a Agência estado, Bolsonaro exibiu uma imagem com as embalagens das vacinas fabricadas pela Fiocruz e pelo Instituto Butantan, na qual informa que o Ministério da Saúde distribuiu mais de 5 milhões de doses de vacina neste final de semana.


"O Ministério da Saúde já coordenou nove pautas de distribuição de vacinas COVID19, desde 18/01. Já foram distribuídas mais de 25 milhões de doses para todo o Brasil. Mais de 13 milhões de doses foram aplicadas", afirma um dos tuítes do presidente.


Ainda entre as ações destacadas estão a chegada de um avião em Porto Velho (RO) na última sexta-feira (19), trazendo um contêiner com oxigênio líquido para ser utilizado no atendimento a pacientes vítimas da doença, além da entrega de 20 respiradores em Santa Maria, no Rio Grande do Sul.


Nos tuítes deste domingo, o presidente apontou ainda ações de profissionais de saúde indígena na selva amazônica e destacou o incremento de 84 leitos no complexo Hospitalar da Universidade Federal do Ceará.


Reportagem publicada neste domingo pelo Estadão mostra que a percepção de que o governo brasileiro é incapaz de conter avanço da covid espalha medo em países vizinhos. A nova cepa brasileira já foi identificada além da fronteira e é motivo de preocupação entre autoridades da região. Peru e Colômbia proibiram voos do Brasil. O Uruguai mandou mais doses de vacinas para a fronteira com o Rio Grande do Sul. Quem vai do Brasil para o Chile precisa ficar em quarentena. Os argentinos impuseram restrições à entrada de brasileiros e a Venezuela tem medo da nova variante surgida no País.


No tuítes de hoje, Bolsonaro também exaltou ações do BNDES no ano passado. "Em 2020, o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social apoiou mais de 460 mil clientes, que empregam mais de 10 milhões de pessoas, e ofereceu, pela primeira vez na história, mais recursos para pequenas e médias empresas do que às grandes", afirmou.

 

 

 

Postagem Anterior Próxima Postagem