Bolsonaro critica medidas de isolamento

 



Diante do aumento vertiginoso da pandemia no país, pela primeira vez Santa Catarina, por exemplo, transfere pacientes para outros Estados pelo esgotamento das unidades de saúde e de suas equipes médicas. E o hospital Moinhos de Vento, em Porto Alegre, aluga contêiner para acomodar corpos de vítimas da Covid-19. 

 

As críticas do presidente Bolsonaro são manifestações irresponsáveis que guardam semelhanças às do ex-presidente dos EUA, Donald Trump, que pregava contra as recomendações da OMS.

Moral da história: EUA e Brasil lideram o número de mortes e contaminados pela coronavírus. 

 

Mais de 255 mil mortes e 1.840 só no dia de hoje (03/03), o que representa uma morte por minuto, tudo isso pouco representa para a insensibilidade mórbida de Bolsonaro & Cia, que está mais preocupado com a performance da economia. Só que a economia se recupera, mas as vidas perdidas, não. 

 

Ademais, é uma obrigação de qualquer governo comprometido com o seu povo, principalmente em relação aos mais carentes e desempregados, destinar recursos à sua sobrevivência durante o período da pandemia e não ficar a questionar a desestabilidade da economia. 

 

As medidas de restrições precisam ser observadas pela sociedade. Negar a gravidade da situação é externar deboche às milhares de vidas de irmãos brasileiros que se foram e estão agonizantes em busca de tratamento. 

 

Falta publicidade do governo federal para conscientização nacional da gravidade do aumento da pandemia. O Brasil representa hoje uma grave ameaça a países que reduziram a doença. 

 

Se o presidente Bolsonaro não demonstrasse teimosia e revanchismo político, desde o início da pandemia, e liderasse esforço no sentido de obedecer às recomendações da OMS, em vez de se posicionar ao lado do insano ex-presidente dos EUA, pró-cloroquina e outras maluquices, certamente o país hoje não estaria no estágio caótica de escalada da pandemia em que se encontra. 

Júlio César Cardoso

Servidor federal aposentado

Balneário Camboriú-SC

 

Postagem Anterior Próxima Postagem