Alexandre barra visita de deputados em prisão domiciliar de Daniel Silveira

 


O ministro Alexandre de Moraes negou mais um pedido apresentado pela defesa do deputado Daniel Silveira (PSL-RJ), atualmente em prisão domiciliar por publicar vídeos com ofensas e ameaças a integrantes do Supremo Tribunal Federal. Desta vez, o parlamentar buscou solicitação para receber outros deputados em sua residência, mas Moraes registrou que pedido foi 'genérico'.


"O pedido genérico da defesa não pode ser acolhido. Uma vez que o denunciado encontra-se em prisão domiciliar, a autorização deverá ser solicitada de forma individualizada, identificando a pessoa, data e horário da visitação", frisou o ministro.

A defesa de Silveira pediu autorização para receber visitas de parlamentares e, subsidiariamente, a visita da deputada federal Major Fabiana. Segundo os advogados, o 'conato com seus pares se torna indispensável ao pleno exercício do mandato'. A solicitação foi feita após o deputado ir para a prisão domiciliar no último domingo, 14 - uma das medidas restritivas impostas por Moraes foi a proibição de receber visitas sem autorização judicial.

Postagem Anterior Próxima Postagem