20.000 vacinas doadas pelo Chile chegam ao Paraguai



Às 17:05 um voo comercial de Santiago aterrou no aeroporto Silvio Pettirossi. Depois de desplanearem todos os passageiros, trouxeram também 20.000 vacinas que são o resultado de uma doação do governo de Sebastián Piñeira.

Autoridades tais como o Chanceler, o Ministro da Saúde, o Embaixador do Chile no Paraguai e outros, receberam a carga.

A Dra. Soraya Araya do Programa Expandido de Imunização (EPI) deu detalhes sobre estas doses: é a vacina da empresa farmacêutica chinesa Sinovac, cujas vacinas são chamadas CoronaVac.

As vacinas são duas doses, a segunda é aplicada após 4 semanas e deve ser refrigerada entre - 2 a - 8 Cº. Com estas injecções começarão a imunizar 10.000 trabalhadores da saúde a partir de quarta-feira.

Os beneficiários vão desde médicos em unidades de cuidados intensivos para adultos e crianças, passando por pessoal de ambulância e até pessoal branco que trabalha em salas polivalentes e não apenas aqueles que trabalham exclusivamente com doentes com coronavírus.

"Queremos valorizar esta doação no contexto que foi discutido na Prosur, cooperação internacional em busca de equidade na distribuição de vacinas", disse o Ministro dos Negócios Estrangeiros, Euclides Acevedo.




Postagem Anterior Próxima Postagem